Rss Feed
  1. Sinceridade...uma virtude!

    sexta-feira, 30 de outubro de 2009

    Mariazinha descreva qualidades de sua melhor amiga...

    -“Ah! Ela é legal, simpática, SINCERA, amiga...”.

    Maria descreve seu homem ideal...

    -“Ele deve ser, bonito, SINCERO, companheiro, bonito...”.

    (Mariazinha briga com a melhor amiga...)

    -Mariazinha:- Amiga, o que você acha do “meu” homem ideal?

    -Melhor Amiga:- Ah!Ele é legal...

    -Mariazinha:- vai amiga, diz o que você acha dele, de verdade!

    -Melhor Amiga “sincera responde”:- Bom, pra mim ele é um safado, falso, que só esta brincando com você!

    (súbito silêncio)

    (Maria termina com o “homem ideal”)

    -Maria:- Amor, porque você ficou com cara feia durante o jantar?

    -Homem ideal:- Não foi nada... Esta tudo bem!

    -Maria:- Pode falar amor, seja sincero...

    -Homem ideal:- Poxa Maria, você precisa mesmo falar alto daquele jeito e com a boca cheia,todo mundo ficou olhando...

    (súbito silêncio).

    |


  2. Transplante de medula óssea.

    segunda-feira, 19 de outubro de 2009

    O que é o transplante de medula óssea (TMO)?

    A medula óssea é o local onde se produz o sangue. É conhecida, popularmente, como tutano do osso. É no interior dos ossos que encontramos as células mãe do sangue, ou melhor, as células que darão origem aos glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas. As células que dão origem ao sangue são chamadas de células progenitoras ou células tronco hematopoéticas.

    O transplante de medula óssea (TMO) é um tratamento no qual a medula do paciente é destruída com altas doses de quimioterapia e/ou radioterapia. O condicionamento faz com que o sistema imunológico do paciente fique sem capacidade de reconhecer e destruir o enxerto, no caso a medula do doador. Essa medula doente será destruída substituída por células mãe do sangue sadias de um doador compatível.

    O TMO é diferente da maioria dos transplantes. É uma terapia celular, o órgão transplantado não é sólido, como fígado, ou rim- são células que são levadas do doador ao receptor. Neste procedimento, o paciente (receptor) recebe o a medula óssea por meio de uma transfusão, ou seja, as células mãe ou progenitoras do sangue são colhidas do doador, colocadas em uma bolsa de "sangue" e transfundidas para o paciente. As células transfundidas circulam pelo sangue, se instalam no interior dos ossos, dentro da medula óssea do paciente. Depois de um período variável de tempo ocorre a "pega" da medula, quando as células do doador começam a se multiplicar, produzindo as células do sangue e enviando ao sangue: glóbulos brancos, glóbulos vermelhos e plaquetas normalmente.

    O tratamento tem o objetivo de substituir a medula óssea doente, ou deficitária, por células normais de medula óssea de um doador sadio, com o objetivo de regenerar a medula do paciente.

    Tipos de TMO ou transplante de células-tronco hematopoiéticas (TCTH)

    Existem três tipos de transplantes:

    Autólogo: Neste tipo de transplante o paciente é seu próprio doador. Esse procedimento é indicado somente para algumas doenças. Após o paciente completar as sessões de quimioterapia, as células mãe da medula óssea são retiradas do próprio paciente, armazenadas e transfundidas após altas doses de quimioterapia (condicionamento) a fim de eliminar células doentes e reconstituir a medula óssea;

    Singênico: é o transplante de medula óssea entre irmãos gêmeos idênticos; neste caso, o paciente certamente tem um doador compatível que possui características genéticas idênticas a ele;

    Alogênico: as células-tronco ou células mãe do sangue são recebidas de outra pessoa; um doador selecionado por testes de compatibilidade (Compatibilidade HLA). Esse doador compatível pode ser um irmão, irmã, parentes próximos ou pode ser um doador voluntário não aparentado, cadastrado em bancos de medula óssea ou em bancos de cordão umbilical

    Sites Relacionados:

    Seja um doador:
    |


  3. "I have a Dream!"

    terça-feira, 13 de outubro de 2009

    #Sonho...

    Na verdade pensava algo completamente diferente para o este post, mas lendo uns blogs, li um post intitulado, ”Odeio Sonhar”!...Comentei, a respeito do post.. Cheguei à conclusão, na verdade já tinha , que não Odeio Sonhar, mas sim tenho medo...

    Medo, porque os sonhos geralmente nos enganam como ninguém...Que perspicácia impressionante!

    O Sonho muitas vezes é utilizado como uma evasão da nossa realidade, mas às vezes ele nos aproxima tanto do real, que isso incomoda. Já são poucas formas de “fugir” dela, sendo o sonho umas das princípais... Então, se ele misturar-se com “nosso mundo”, perderá toda a graça...

    *

    Eu já tive sonhos realizados sim... E não foram simples “déjávus”... O problema é quando queremos esquecer “algo” e teimosamente esse “algo” vem em nossos sonhos... Ou ao contrário, quando sonhamos “algo” desejado e nunca vemos se repetir na “vida real”...

    Mesmo tendo medo de sonhar, gosto de sonhar, é como se fosse uma aventura a cada noite, (o que vai acontecer hoje? Será que tornar-se-á realidade?),as aventuras exigem “riscos”...o resultado dos sonhos nem sempre são felizes, por exemplo quando sonhamos estar beijando a pessoa amada e vem alguém e nos acorda,acordamos frustrados,por ser apenas um sonho,mas foi bom o beijo não foi?Ele tem chance de tornar-se realidade! Existem os “finais felizes” e são esses que fazem o risco de sonhar, valer MUITO a pena!

    Seja qual for à finalidade do seu sonho, se é para fugir do “mundo real”, se é uma prévia do que acontecerá brevemente, se é a única forma de você fazer o que realmente quer... Independente de tudo isso, bom é continuar a sonhar... Pois o que seria desse mundo se não sonhássemos!?

    Sonho (ô)s. m.

    1. Conjunto de ideias e de imagens que se apresentam ao espírito durante o sono.

    2. Fig. Utopia; imaginação sem fundamento; fantasia; devaneio; ilusão; felicidade; que dura pouco; esperanças vãs; ideias quiméricas.

    3. Bolo muito fofo, de farinha e ovos, frito em azeite ou manteiga e passado por calda de açúcar.

    Pl.: (ô)

    "Tudo o que um sonho precisa para ser realizado é alguém que acredite que ele possa ser realizado."Roberto Shinyashiki


    "Para realizar um sonho é preciso esquecê-lo, distrair dele a atenção. Por isso realizar é não realizar.."Fernando Pessoa

    “You can have a dream,

    You can touch the dream,

    You can live your dream.”


    PS:ajuda de Renata Menezes (ideiasvariadasideias.blogspot.com/).

    |


  4. You live to talk!

    quinta-feira, 8 de outubro de 2009


    Como é interessante uma conversa, quanta coisa descobre-se... Curioso é a facilidade, ou não, que temos de contar as coisas, existem pessoas que nos inspiram tanta confiança que contamos tudo, com pouca convivência, já outras, que com uma convivência considerável, não contamos nem o que jantamos na noite anterior (com um discreto exagero). A mais natural e comum das conversas é quando conversamos “sozinhos”, mas falo de conversar mesmo, com perguntas e respostas, por mais que muitos neguem tal fato, isso é uma realidade do ser humano, precisamos constantemente perguntar, responder, falar, argumentar, discutir... De qualquer jeito! Uma peculiaridade desse tipo de conversa é que por muitas vezes ela resulta muito surpreendente, existem problemas que de cara não vemos solução, mas depois de alguns minutos de uma séria conversa, com um dos melhores interlocutores, nós mesmos, achamos à resposta...Eterna necessidade de dialogo! Todavia, devemos ter cuidado, por que...

    “Existem coisas que contamos pra todo mundo, outras apenas para o melhor amigo, já algumas, não devemos contar á ninguém...”.(F.A)

    Precisamos sempre ter alguém... Quando não restar nenhum amigo por perto, apenas inimigos, vamos brigar com eles só pra ter o que falar!Quem sabe até nos tornarmos amigos, só para poder conversar!!!

    Uma boa conversa não se resume apenas no ato de falar e ouvir,mas pode ser no ato de escrever e deixar relatado um pensamento,uma idéia do momento...para que outros leiam...e achem suas respostas ou criem outras perguntas!

    “Um casamento feliz é uma longa conversa que nos permanecerá sempre demasiado curta.”André Maurois

    "A leitura de todos bons livros é como uma conversa com os melhores espíritos dos séculos passados , que foram seus autores , e é uma conversa estudada , na qual eles nos revelam seus melhores pensamentos."René Descartes

    |