Rss Feed
  1. Gosto não se discute?

    quarta-feira, 16 de setembro de 2009

    Será que gosto não se discute??

    Talvez não, porém gosto questiona-se... Sua origem, seus “porquês”.
    Difícil compreender como em plena aula de literatura, o professor no apogeu da explicação, praticamente alcançando um êxtase literário... Um “ser”, simplesmente abaixa a cabeça e dorme... Se fosse o caso da pessoa estar ali forçada, “por não gostar”,mas não, está ali porquê precisa daquilo...
    ...neste país a educação, a cultura que nos é transmitida não favorece muito a Literatura...principalmente a poesia...é ligeiramente fácil ver alguém lendo um romance,difícil mesmo é ver alguém lendo um livro de poesia...esse herói é logo considerado um louco....
    Nós que talvez um dia vamos ter a grande responsabilidade de criar uma criança,devemos nos cobrar a não apenas criar mais um, e sim cria um ser humano,realmente humano, e uma das maneiras de faze-lo é abrindo as portas para a literatura,recriar ao menos em nossas casas uma nova “cultura”..Pois um conto,uma prosa,um romance,uma poesia,aproxima mundos,aproxima vidas,faz as pessoas pensarem ,coisa que não temos visto muito!



    “Poesia não é jornal deve ser interpretada,entendida,subentendida...”
    Ana Cláudia Duarte


    Métrica ,rima ,ABBA, figura de linguagem, versos, estrofes, eufemismo, neologismo, subjetividade, expressividade,
    Metalinguagem, sentimentalismo,eu poético,objeto poético....
    Muito além de regras,muito mais que falar apenas de amor,amizade,desilusão,vida....
    Em um poema pode-se o que quiser,estar em qualquer lugar,amar e odiar na mesma palavra...



    Romântico:“uma eterna rejeição da realidade,valendo tudo para evadir o real”
    |


  2. 0 comentários: