Rss Feed
  1. 427 motivos.

    segunda-feira, 6 de junho de 2011

    Ansiedade. Faço 427 milhões de planos antes que aconteça. E quando acontece é 427 bilhões de vezes diferente do planejado. Então o que adianta planejar, se vai ser diferente? Diferente não é sinônimo de ruim. Diferente é diferente e (ponto). Pode ser um diferente bom, ou um diferente ruim. Depende do planejado. Tenho feito planos, mesmo sem apreciar essa prática. Tenho “trauma” dos planos que resultaram em um diferente ruim. Mesmo assim tenho corrido o risco. Meus planos estão mais para sonhos. Sonhos sim, não por serem de difícil acesso, mas por serem apenas do meu conhecimento e de Deus. (São 23h13min, amanhã eu preciso acordar cedo e cismei que vou terminar de escrever esse texto, coisa estranha).

     

    Voltando aos meus planos/sonhos. A vida muda com tanta velocidade, que planejar torna-se arriscado. É difícil acompanhar o passo da vida. Hoje tenho 20 anos, moro em Natal, faço faculdade de comunicação social – jornalismo, moro sozinha, não tenho carteira de motorista, daqui a uns vinte dias estarei no Rio de Janeiro, toco violão pela misericórdia, acho que minha melhor amiga está ligeiramente desapontada comigo, tenho um sentimento insistente dentro de mim, não falo com minha mãe desde quarta feira passada, fui ao cinema hoje com meu pai, engordei 7% em um mês... Tudo que disse dia 06/06/2012 será diferente. Ta, tudo bem, nem tudo, mas quase tudo. Estarei eu pronta pra isso? O diferente parece sempre ser o mais difícil. Não quero que minha vida seja engessada. Sem mudanças. Eu gosto de mudanças. Mesmo tendo o risco do bom e ruim. Gosto de mudanças, sou ansiosa e faço planos. Péssima combinação.  Tenho mais de 427 trilhões de motivos para não gostar de mudar, para não ser ansiosa e muito menos fazer planos. Mas e dai? Se eu tiver apenas 1 motivo que valha a pena mudar, ficar ansiosa e fazer planos, o farei. 

     

    ( I Coríntios 13:10 )

    |


  2. 2 comentários:

    1. Renata Menezes disse...
      Este comentário foi removido pelo autor.
    2. Renata Menezes disse...

      E essa é a Thalia e [ponto].